Feng Shui e harmonia sexual

O Feng Shui é uma antiga prática geomântica chinesa, que se concentra em mobiliar estrategicamente a própria casa, a fim de armonizar a energia e trazer benefícios para aqueles que vivem nela, ou que são hospedados nela.

As palavras Feng Shui carregam o significado de “vento” e “água”, que são considerados os elementos capazes de garantir, de acordo com esta teoria, bem-estar e mudança positiva.

Feng shuiMuitas pessoas, mesmo no Ocidente, colocam em prática os conselhos do Feng Shui, afirmando seus benefícios, não só na vida cotidiana, mas também na redescoberta de uma melhoria na vida sexual dos casais.

O bem-estar dos sujeitos, de fato, afeta profundamente o desempenho sexual, melhorando a concentração, a intimidade e, sobretudo, criando um fluxo de energia positiva, graças a esta prática aplicada ao mobiliário do próprio quarto.

E aqui está o que o Feng Shui propõe para estabelecer uma gestão e preparação adequada dos móveis capaz de canalizar energia útil:

1 – A cama

Deve ser sempre posicionado na diagonal para a porta, e o mais distante possível dela. Isso aumenta a tranquilidade e a ideia de privacidade durante os relacionamentos que acontecem sob os lençóis.

O tecido com que deve ser coberta a cabeceira da cama, quaisquer encostos e a roupa de cama deve ser de fibras 100% naturais, de forma a não criar possíveis alergias, ou irritações, capazes de perturbar ou incomodar a atividade sexual e o posterior repouso.

Você vai precisar de uma cama que deixe o ar e a energia circular por baixo dela, então exclua as camas que tocam o chão completamente, mas prefira as clássicas 4 pernas.

2 – Os móveis perto da cama

É importante que seja equilibrado, por isso será ótimo garantir que tudo esteja balanceado.

Se presentes, mesas de cabeceira, luminárias e qualquer outra coisa devem ser do mesmo modelo, e rigorosamente posicionadas à mesma distância da cama, tanto à esquerda como à direita.

Desta forma você criará uma percepção inconsciente da igualdade entre os membros do casal, que serão induzidos durante o ato a se sentirem equivalentes, evitando que a iniciativa seja exigida, sempre de um lado e não do outro, ou que uma prática rotineira seja tomada como certa.

Digamos que pode ser visto como uma forma de direcionar o casal para o conceito de que “todos podem fazer tudo”, beneficiando-se de forma igual das relações sexuais.

3 – O ar

Deve ser trocado com frequência, dentro da sala, para manter o casal em boa saúde e evitar a estagnação de maus cheiros que podem ser fonte de distúrbios olfativos.

Recomenda-se o uso de incenso, velas e óleos, desde que sejam escolhidos por ambos, apreciados por ambos, e de composição 100% natural.

Se houver muita umidade na sala, é absolutamente necessário desumidificar o ambiente, com o uso de máquinas ou bandejas de sal especiais.

O clima recomendado dentro da sala deve ser avaliado pelo casal, de acordo com suas necessidades e conforto, pois o objetivo é sentir-se bem ambos nus.

4 – As paredes

As cores recomendadas são as cores pastel, de preferência na faixa do branco ao marrom. Estas cores “quentes”, mas suaves são as melhores para garantir um bom apetite sexual.

Se você está interessado em colocar fotos ou objetos nas paredes, você deve definitivamente procurar por imagens e cores que comuniquem única e exclusivamente sentimentos positivos.

 5 – Sem dispositivos eletrônicos

São considerados uma fonte de distúrbios, distrações e por causa das ondas que emanam, perigosos para a saúde. Infelizmente, eles também são capazes de ter um forte impacto sobre o declínio do desejo.

Aqui estão as dicas do Feng Shui aplicadas no quarto, a fim de facilitar o desenvolvimento de sua vida sexual como um casal.

Acredite ou não, estas são ideias muito sensatas, e de um certo ponto de vista é inegável que elas podem trazer benefícios.

Deixe uma resposta